Disseminando a Beleza Limpa

Os benefícios da adoção de uma estratégia de responsabilidade social (RSC)

Na era do consumo consciente, não basta possuir apenas ideais e uma postura ética: os consumidores querem ver provas de que a sua empresa realmente segue esses valores morais. Assim, os benefícios de adotar uma estratégia RSC (responsabilidade social corporativa) são essenciais para a imagem da marca. Ao invés de empregar as tradicionais táticas de marketing direcionadas às vendas, os consumidores estão tendendo para um comportamento de compra mais ético. Tome como exemplo as promoções “Compre Um, Leve Outro Para Dar de Presente” que estão tomando o lugar do antigo “Compre Um, Leve Outro Grátis”, isto pois os consumidores estão sendo incentivados a investir em uma boa causa ao mesmo tempo em que fazem sua compra. Esta estratégia é especialmente eficaz para marcas de cosméticos sustentáveis, que oferecem um produto de luxo ao mesmo tempo em que demonstram ter sólidos padrões éticos.

Os benefícios de adotar uma estratégia RSC 

Essa maior ênfase na responsabilidade empresarial é motivada pelas preocupações dos consumidores com o meio ambiente. Na verdade, de acordo com um estudo feito pela IBM, 6 em cada 10 consumidores estão dispostos a mudar seus hábitos de compra para reduzir danos ao meio ambiente.

Além disso, valores pós-recessão como a responsabilidade e a durabilidade têm permeado o âmbito da ética, obrigando as empresas a demonstrar suas responsabilidades ambientais, sociais e fiscais. Entretanto, esta obrigação significou uma maior competitividade no mercado RSC, tornando mais difícil para as empresas mostrarem que possuem uma atuação diferenciada. Consumidores estão pensando além do meio ambiente. Em vez disso, eles buscam esforços reais das empresas na tentativa de ajudar as comunidades e o meio ambiente.

Conforme aumentam as apostas para se destacar no mercado RSC, identificam-se 3 benefícios principais da adoção de uma estratégia RSC no mercado de beleza que compensam o esforço:

  1. Branding e reputação

Ainda que o mercado de responsabilidade social esteja cada vez mais saturado, empresas que mostram suas preocupações com o meio ambiente aplicadas às suas ações ainda são diferenciadas. Isto faz sentido, já que a tomada de decisão correta e uma abordagem alinhada com a estratégia RSC atrai uma maior atenção na mídia e também da comunidade de consumidores que querem se conectar com marcas sustentáveis. Na verdade, cosméticos sustentáveis se tornaram os campeões de venda do mercado em um curto espaço de tempo.

  1. Crescimento de vendas

Conforme cresce a reputação de uma empresa por sua abordagem socialmente responsável, também surgem outros benefícios da adoção da estratégia RSC, como o crescimento das vendas. Na verdade, 66% dos consumidores estão dispostos a pagar mais caro por produtos de empresas mais responsáveis socialmente, segundo a Interbrand.

  1. Respeito às normas nacionais e internacionais

À medida em que crescem as demandas dos consumidores por produtos éticos e sustentáveis, os governos e organizações internacionais também se posicionam. Na verdade, atingir a sustentabilidade pode ser virtualmente obrigatório, como revelado por Jordi Oliver em nossa entrevista em “Conhecendo o Especialista”.

Como a estratégia RSC beneficia a sociedade? BioDeVaTe, da Provital, e os benefícios da adoção da estratégia RSC

A Provital coloca a sustentabilidade e a responsabilidade social no centro de suas operações. Para nós da Provital, isto não é apenas uma jogada de publicidade; como organização, acreditamos que temos o potencial, a capacidade e a obrigação de fazê-lo. Ao investir em projetos locais e internacionais para construção de uma cadeia produtiva justa e ecologicamente correta, a empresa apoia práticas sustentáveis e éticas, maximizando assim os benefícios da adoção de uma estratégia RSC. Um ótimo exemplo é o projeto BioDeVaTe que envolve fazendeiros de Vall del Tenes, a cerca de 50km da nossa sede em Barcelona. A Provital firmou uma parceria com produtores locais para a compra de plantas orgânicas e aromáticas como matéria-prima totalmente rastreável para seus ativos.

Uma dessas fazendeiras é Pilar Comes, que iniciou sua fazenda Parc de los Olors em 2017. Pilar e sua equipe utilizam métodos de cultivos variados e em pequena escala para produção de produtos orgânicos locais. Ao empregar apenas métodos de cultivo manuais e artesanais, a Parc de los Olors valoriza o desenvolvimento das espécies locais de alta qualidade e do cultivo sustentável. Atualmente, a fazenda fornece a Provital 11 espécies de ervas orgânicas, incluindo camomila, tomilho, alecrim, lavanda, calêndula, artemísia e erva-cidreira. 

O trabalho de Pilar não é fundamental apenas ao criar uma cadeia produtiva ecológica para os produtos da Provital, a fazenda também ocupa um papel importante na preservação e valorização do patrimônio tradicional da região. Ao organizar visitas educativas para grupos escolares, Pilar e sua equipe garantem que o conhecimento tradicional sobre plantas medicinais permaneça vivo.

Ampliando o significado dos projetos de responsabilidade social

Atualmente, os consumidores não aceitam projetos de responsabilidade empresarial que percebem ser apenas simbólicos. Pelo contrário, os consumidores conscientes querem ver as empresas implementando suas práticas éticas em cada etapa da cadeia produtiva. Como uma consumidora e produtora de cosméticos sustentáveis que valoriza a ética, a Provital reconhece os benefícios de adotar uma estratégia RSC. Através de projetos como o BioDeVaTe, a Provital investe e apoia práticas econômica, social e ecologicamente responsáveis. Esta prática da Provital repercute seus benefícios nos fabricantes de cosméticos, que podem ter certeza do papel que seus produtos possuem dentro de aspirações de responsabilidade corporativa bem amplas, é a abordagem holística da RSC que os consumidores conscientes buscam.

Deja un comentario

No hay comentarios

Todavía no hay ningún comentario en esta entrada.